Bolsonaro volta a desdenhar de vírus
Foto: PR / Divulgação

Em um pronunciamento oficial realizado na noite desta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro foi novamente na contramão do mundo e voltou a minimizar a pandemia do coronavírus. Além disso, o chefe de estado voltou a criticar a imprensa por suposta “histeria”, ao dar parabéns aos veículos de mídia que passaram a pedir calma para a população e também utilizou novamente a palavra “gripezinha” para se referir à covid-19.

Ele ainda criticou prefeitos e governadores que decretaram quarentena, e disse que o “Brasil não pode parar” e que “não se pode abraçar o conceito de terra arrasada”. “Temos que voltar à normalidade”, afirmou Bolsonaro.

O presidente ainda disse que, por conta do seu “histórico de atleta”, não sentiria os efeitos caso tivesse pegado a doença. “Nada sentiria ou, quando muito, seria acometido por uma gripezinha ou resfriadinho”, disse o presidente, citando um depoimento feito por “aquele médico, daquela emissora”, em referência ao Dr.Drauzio Varella, da TV Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui