Dono de emissora detona Luciano Huck, que pode ser demitido da Globo
Foto Reprodução: Portal UAI

Luciano Huck usou as suas redes socais para defender a extensão do auxílio emergencial, instituído durante a pandemia do coronavírus. Para ele, o auxílio deveria ser permanente para os mais pobres. No entanto, a ideia recebeu críticas de Marcelo de Carvalho, vice-presidente da Rede TV!

“A pandemia escancarou a urgência de viabilizar um auxílio permanente capaz de garantir dignidade aos mais pobres. O movimento ‘Renda Básica que Queremos’ ataca a cruel desigualdade do Brasil com afeto e eficiência. Bora apoiar”, escreveu Huck em seu Twitter.

Marcelo, defensor do setor privado, rebateu a ideia do apresentador: “Essa proposta do Luciano Huck é absurda, desastrosa. O que o brasileiro quer é emprego digno, bem remunerado, que só se consegue com a economia de mercado e fortalecimento das empresas, e não uma esmola do estado. É uma pena que nos dias de hoje ainda haja essa mentalidade”. Luciano Huck ignorou a resposta do apresentador.

O dono da Rede TV! é um apoiador do presidente Jair Bolsonaro e defende o fim do isolamento social. Além disso, ele possui influências nas decisões do governo, como na Medida Provisória que permitiu a volta dos sorteios na televisão.

Já Luciano Huck, que durante o segundo turno das eleições de 2018, afirmou que nunca votaria no PT, passou a criticar Bolsonaro em função das medidas de combate ao novo coronavírus e as pautas antidemocráticas defendidas pelos seus apoiadores.

Além disso, Huck é um dos signatários do movimento Estamos #Juntos, manifesto suprapartidário que reúne, por exemplo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Fernando Haddad (PT).

Muito em breve o apresentador deve ser demitido da Globo, já que pretende ser candidato à presidência em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui