Foto Reprodução: Alexandre Vidal / Flamengo

A temporada de 2020 foi bastante conturbada para o Flamengo. Com pandemia, mudanças de treinadores, instabilidade, o Rubro-Negro chega a último jogo do Brasileiro com a oportunidade de se sagrar campeão pela oitava vez. Basta uma simples vitória sobre o São Paulo, no Morumbi, às 21h30, nesta quinta-feira, para o título permanecer na Gávea.

No entanto, o Rubro-Negro irá encarar um rival indigesto. Além de algoz do próprio Flamengo na atual temporada, quando eliminou o clube carioca na Copa do Brasil, o São Paulo ostenta uma marca de invencibilidade diante da equipe da Gávea. São oito jogos sem derrota. A última vitória foi em 2017. No Morumbi, o jejum ainda é maior. Desde 2011, o Flamengo não sabe o que é vencer.

Rogério Ceni, ídolo do São Paulo, e muitas vezes campeão no Morumbi ainda não conseguiu vencer o Tricolor Paulista como treinador. Desde que virou técnico, o ex-goleiro reencontrou o ex-clube em sete oportunidades. Até aqui, o ídolo são-paulino soma cinco derrotas e dois empates. Por Fortaleza e Fla, ele amargou eliminações na Copa do Brasil de 2020. Porém, no palco em que se consagrou, o técnico pode conquistar sua maior glória na nova função.

O Flamengo deverá ir para campo com a seguinte escalação: Hugo Souza, Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. O São Paulo, que está na quarta colocação, precisa vencer para confirmar a sua classificação para a fase de grupos da Libertadores, sem precisar torcer por um tropeço do Fluminense, que recebe o Fortaleza, no Maracanã.

Caso não consiga vencer o São Paulo, o Flamengo poderá ser campeão em caso de tropeço do Internacional. A vantagem rubro-negra é de dois pontos. Caso o Colorado não derrote o Corinthians, o Rubro-Negro será campeão, mesmo que saia do Morumbi com uma derrota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui