Menina de 10 anos cria instituição de caridade e já ajudou mais de 1.500 crianças na pandemia
Foto Reprodução: Instagram / PEGN

Desde os sete anos de idade, Chelsea Phaire pedia aos pais para fundar uma instituição de caridade. Em agosto do ano passado, quando a menina completou dez anos, esse pedido foi atendido. Nasceu, então, a Chelsea’s Charity, em Danbury, no estado de Connecticut, nos Estados Unidos.

A entidade de Chelsea ganhou notoriedade recente por ter enviado kits de artes para mais de 1.500 crianças que estão em albergues e lares de acolhimento, em 12 estados do país, desde o início da pandemia do novo coronavírus. A ideia, segundo a própria fundadora, seria animar as crianças e estimular a criatividade durante a pandemia. Os kits incluem canetinha, giz de cera, papel, livros para colorir, lápis de cor e canetas de gel.

No entanto, por conta da pandemia, a ação não foi exatamente como a pequena empreendedora queria, apesar dos impactos positivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui