Foto Reprodução: Wilson Dias/Agência Brasil

Mesmo com a pandemia do coronavírus e a paralisação de diversos serviços para conter o avanço da doença no país, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse em entrevista exclusiva à rádio Super Notícia que as datas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seguem mantidas, pelo menos até o momento. Conforme o chefe da pasta, a prova deve acontecer nos dias 1º e 8 de novembro.

Para Weintraub, o cancelamento do exame afetaria o ano de mais de cinco milhões de pessoas. “Gera uma quebra de expectativa. Vai ter esse ano sim, os jovens que estão em casa continuem estudando, se preparando. Por enquanto, todos os prazos estão confirmados. Se precisar postergar, a gente vai ser flexível. Não estamos aqui para atrapalhar a vida de ninguém”, aconselha.

O ministro afirma também que o projeto do Enem Digital, que será lançado neste ano para 100 mil inscritos no exame, segue mantido. “Vai ter pelo menos uma cidade em cada um dos estados para a realização do exame digital”, complementa.

Já para os alunos brasileiros que estão desde ensino superior até a educação infantil, Abraham Weintraub conta que a pasta disponibilizou diversas plataformas para manter as atividades escolares à distância. Além disso, os dias letivos obrigatórios para 2020 serão transformados em horas obrigatórias.

“Quando isso acontecer [o retorno das aulas presenciais], queremos dar o máximo de flexibilidade possível para as crianças conseguirem repor a matéria e não perderem o ano”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui