PM se recusa a sair de distribuidora de bebidas e mata dono com tiro à queima-roupa em Goiás

PM se recusa a sair de distribuidora de bebidas e mata dono com tiro à queima-roupa em Goiás
Foto Reprodução: Revista Forum

Um policial militar, que não teve o nome divulgado até o momento, assassinou com um tiro no pescoço o empresário Robson de Souza, de 42 anos, dono de uma distribuidora de bebidas em Águas Lindas de Goiás, na madrugada desta segunda-feira (23).

Segundo informações do Portal G1, Robson, que é filho da vereadora Natália de Souza (PTB), fechou o estabelecimento por volta da meia noite. Às 4h, o policial ainda se recusava a deixar o estabelecimento. Quando o dono pediu que ele saísse, o PM sacou a arma e deu um tiro à queima-roupa no pescoço do empresário.

As imagens foram registradas em uma câmera de segurança e divulgadas pelo portal Imparcial (as cenas são fortes e estão disponíveis aqui).

O portal ainda divulgou áudio da vereadora pedindo aos colegas da Câmara Municipal ajudarem pois o filho tinha sido assassinado. Robson era casado e tinha três filhos. O policial fugiu após o crime e ainda não foi localizado.