Foto Reprodução: Mailson Santana/Fluminense FC

A posição que mais mudou no futebol completa 150 anos. Nesta segunda-feira (26) se comemora o dia do goleiro e o R7 reuniu algumas das curiosidades da posição ao longo dos anos. Da criação do goalkeeper à necessidade de saber jogar com os pés, veja detalhes da evolução dentro de campo.


O goalkeeper

Apesar de ser figura única em campo, a posição de goleiro foi a última a ser criada, em 1871, depois até da figura do árbitro de futebol. O goleiro foi inspirado no rúgbi, que utiliza os pés e também as mãos, sendo o único entre os 11 jogadores a ter esse privilégio.


Tiro de meta

Pode ser difícil de imaginar nos dias de hoje, mas a regra do tiro de meta nem sempre existiu. Antes, o time que pegasse a bola primeiro após a saída, ganharia uma falta a seu favor, isso só foi alterado, para a forma como conhecemos hoje, em 1869.
Penalidade máxima

Em 1891 foi criada a regra do pênalti. A ideia era um castigo ao time que havia cometido a infração, mas proporcionou também que diversos goleiros se transformassem em heróis ao longo dos anos.


Uniforme único

Só em 1912 os goleiros passaram a poder pegar a bola com as mãos apenas dentro de suas áreas e, obrigatoriamente, utilizar um uniforme diferente dos companheiros de linha. A diferenciação ajudou a criar a mística dos goleiros.
Bola rolando apesar do goleiro

Para evitar que o jogo ficasse muito tempo parado, foi proibido, apenas em 1992, o recuo de bola de companheiros de equipe para as mãos do goleiro. Atualmente, sem poder pegar com as mãos em uma bola recuada, o goleiro é considerado mais um jogador de linha em momentos de criação de jogada ainda no campo de defesa.


Luvas

A novidade demorou a pegar, nem todos os atletas da posição gostaram, mas o goleiros ganharam luvas para proteger as mãos.
Vale até um bonezinho

Apesar de nos tempos atuais ser cada vez mais raro, está na regra: os goleiros podem usar boné para que consigam ter uma visão melhor em partidas com muito sol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui