Foto Reprodução: Walla Santos/ClickPB

O superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) na Paraíba, Severino Queiroz, destacou que a parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para investigar fraudes no auxílio emergencial resultou na devolução de R$ 10 milhões para os cofres públicos do estado em 2020.

Em entrevista ao Arapuan Verdade, da Arapuan FM, Severino Queiroz explicou que a CGU agiu de forma preventiva este ano, com base na experiência já adquirida no ano passado. ”Em relação a empresários, donos de veículos de luxo e embarcações a gente reutilizou o mesmo bloqueio do ano passado para que não tenhamos nenhum ‘figurão’ recebendo o auxílio”, comentou.

”A Parceria com o Tribunal de contas do Estado foi muito importante, tanto que até agora não tivemos nenhum pagamento indevido identificado em relação a servidores públicos no estado”, completou.

Estima-se que, em todo o Brasil, quase R$ 55 bilhões já foram gastos em pagamentos indevidos do auxílio emergencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui