Começa hoje (29) a segunda fase do Plano Estratégico de Flexibilização das atividades econômicas da Capital

Começa hoje (29) a segunda fase do Plano Estratégico de Flexibilização das atividades econômicas da Capital
Foto Reprodução: Wscom

Começa nesta segunda-feira (29) as novas medidas da segunda fase do Plano Estratégico de Flexibilização das atividades econômicas da Capital. Dentre as medidas anunciadas, estão a liberação das atividades para profissionais liberais, atletas profissionais, além da abertura das lojas de material de construção para atendimento presencial.

Segundo o prefeito Luciano Cartaxo, João Pessoa enfrenta o maior desafio dos últimos 100 anos quanto a crise sanitária e econômica estabelecida pela pandemia do novo coronavírus, porém, vem seguindo orientações de um núcleo estratégico para viabilizar etapa por etapa a flexibilização e retorno gradual das atividades. Ele lembrou que essa segunda fase gera uma maior responsabilidade na população pessoense para que ‘não seja jogado fora’ todo o esforço e trabalho coletivo prestados até aqui.

“A gente tem visto no Brasil e no mundo experiências onde se procurou voltar de todo jeito, sem fazer a análise cientifica, a gente está vendo que foi necessário fechar tudo de novo. É preferível o passo normal que nos permita dá um passo adiante sem baixar a guarda”.

Cartaxo afirmou que a redução no número de óbitos, taxa de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva, além da redução no número de óbitos e da pressão hospitalar, principalmente nas UPAS da Capital, como fatores preponderantes para essa retomada.

A segunda fase, que começa já a partir da próxima segunda-feira, contempla as seguintes atividades no plano de flexibilização:

– Retorno das atividades para profissionais liberais (contadores, corretores, advogados – com atividades em escritório)
– Retorno das atividades para atletas profissionais, incluindo os clubes da Capital
– Retorno das lojas de material de construção, saindo de delivery para atendimento presencial respeitando os protocolos de medidas sanitárias.

Transporte Público

Ainda segundo Cartaxo, para a retomada do transporte público, que acontece a partir do dia 06 de julho, será necessário realizar teste rápido em todos os operadores (motoristas, cobradores, fiscais), além de vacinação contra H1N1. Será realizado ainda a higienização dos terminais de integração e testes rápidos em massa nesses locais, além da verificação da temperatura. Ele ressaltou que só será permitido o uso do transporte para passageiros que estiverem realizando o uso de máscaras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui