Oscar vai considerar filmes que não foram para os cinemas devido ao Coronavírus
Foto Reprodução: Adoro Cinema

Com a instauração governamental da quarentena na maioria dos países devido ao surto de Coronavírus (COVID-19), uma das atividades que mais ficou comprometida foi justamente o ato de ir ao cinema assistir a algum filme. Visando evitar aglomerações, a maior parte das redes de cinema suspenderam suas atividades por tempo indeterminado, ocasionando também no adiamento do lançamento de diversos filmes.

Pensando na adaptação geral, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu, pela primeira vez em alguns anos, mudar significativamente as regras para que uma obra possa ser submetida ao Oscar. Segundo a Variety, o comitê se reuniu e decidiu mudar a regra de que um filme precisaria figurar por pelo menos sete dias em circuitos específicos de cinema. A partir de agora, lançamentos digitais também poderão ser inscritos.

“A Academia acredita firmemente que não há maneira melhor de experienciar a magia dos filmes senão por uma sala de cinema. Nosso comprometimento a isso é imutável. No entanto, a historicamente trágica pandemia de COVID-19 faz necessária esta mudança temporária nas regras de elegibilidade à premiação. A Academia oferece todo suporte possível a seus membros e colegas neste tempo de incertezas”, falou o presidente David Rubin.

Foi ressaltado ainda que assim que os cinemas puderem ser reabertos tranquilamente, a regra voltará ao normal e terá valido apenas para os filmes lançados durante o período da pandemia. Vale lembrar que a maior parte dos adiamentos ainda são incertos, visto que não há uma definição clara de quando voltaremos a normalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui