Reprodução/Instagram

A anulação do testamento do humorista Chico Anysio, morto em março de 2012, acaba de ganhar mais um capítulo polêmico. Malga di Paula, viúva do comediante, publicou nesta segunda-feira (30) uma carta aberta (leia a íntegra abaixo) endereçada ao filho do artista, o ator Bruno Mazzeo. No documento, Malga diz que encontrou uma forma de se comunicar com ele, já que Bruno teria a bloqueado no WhatsApp, não atendendo, nem respondendo seus contatos para resolver a questão em si.

A viúva de Chico Anysio culpa Bruno Mazzeo e os demais irmãos de não terem até hoje não prestado contas dos bens e do patrimônio intelectual do ex-marido. Para Malga, isso estaria impossibilitando que Lug de Paula, um dos filhos do comediante, que ficou fora do testamento, fizesse parte da divisão dos bens. “É intrigante que até hoje vocês nunca tenham se manifestado a respeito deste patrimônio, que se encontra sob sua guarda, o que me leva a crer que os desejos de seu pai são respeitados somente a seu favor, mas quando dizem respeito a mim, sua vontade é desprezada”, escreveu ela.

“Eu passei a defender que, o material entregue a vocês deverá ser apresentado para a redistribuição, contemplando assim o seu irmão mais velho. Esta é uma questão moral”, acrescentou Malga.

O documento escrito por Malga Paula é uma resposta a uma carta que Bruno Mazzeo enviou na semana passada ao colunista Ancelmo Góis. Nela, em suma, o ator diz que a razão de a ex-madrasta tornar o assunto público é “meramente pecuniária” (financeira).

Também na semana, quando Malga concedeu entrevista à Antonia Fontenelle tornando o assunto da anulação do testamento algo público, a viúva de Chico Anysio afirmou que os filhos do comediante estariam reivindicando 50% de um apartamento que ela diz ter adquirido com um doação feita pelo ex-marido em vida. Bruno rebateu a ex-madrasta. “Os recentes e desmedidos ataques de Malgarete à memória de meu pai e a seus familiares – sintomaticamente os mais pesados ataques se dirigem a pessoas mortas e incapacitadas de se defender – tem a ver justamente com o inconformismo de Malgarete a respeito da evidência de que ela só tem 50% do apartamento, o que é muito, considerando-se que a compra se fez com recursos exclusivos de Chico Anysio”, afirmou Mazzeo.

À respeito do imóvel, Malga respondeu. “Sobre o apartamento, de minha propriedade, adquirido com uma doação de seu pai feita em vida, me recuso a acreditar que todos vocês, “que ganharam seu próprio apartamento” estejam desrespeitando o desejo de seu pai, tentando retirar de mim a casa que eu compartilhei com ele e foi nosso lar nos últimos anos de sua vida”, escreveu ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui